Curiosidades Bíblicas – Parte 3

– A Bíblia contém aproximadamente 3.566.480 letras.

– Lucas e Atos provavelmente são os únicos livros da Bíblia que não foram escritos por israelitas. O médico Lucas é o autor desses dois livros. Todos os autores dos livros bíblicos têm origem israelita, menos Lucas. Ele era grego e não tinha qualquer descendência israelita. Também, ao contrário do que muitos imaginam, não tinha sido discípulo de Jesus – Cl. 4.14.
 
– Nenhum dos livros da Bíblia recebeu qualquer título na época em foram escritos. Os títulos dos 66 livros vieram muitos anos depois que os livros já estavam circulando.

– Os Saduceus eram uma classe religiosa que não acreditava em ressurreição, nem na existência de anjos e demônios. Nos tempos de Jesus, os saduceus em Jerusalém eram uma minoria, entretanto tinham mais poder político e religioso do que a maioria da população – Mc. 12.18.

– Aos tempos do Novo Testamento, cerca de 50% da população de Roma era formada de escravos. A grande maioria de todos os crentes de Roma era de escravos.
 
– As Epístolas (cartas) do Novo testamento foram escritas antes dos Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João). Estas epístolas foram escritas pelos apóstolos. Depois que eles e todas as pessoas que tinham conhecido a Jesus morreram, não havia mais ninguém para contar as histórias sobre a vida de Jesus. Por isso então foram escritos os Evangelhos, para que tudo o que Jesus fez e ensinou fosse preservado para sempre – Lc. 1:1-4.

– O nome Jacó vem do hebraico Yaqôbh, que em grego é Iakobos, que é o mesmo que Tiago. De acordo com Vila & Escuan, este nome significa "usurpador".

– O primeiro livro do Novo Testamento foi escrito cerca de 400 anos depois do último livro do Velho Testamento. Neste período de 400 anos foram escritos alguns livros não inspirados por Deus conhecidos por "apócrifos", que são justamente os livros excedentes da bíblia católica.

– Tiago foi o primeiro livro do Novo Testamento a ser escrito, e muitos acreditam que sua escrita tenha ocorrido entre 45 e 48 d.C. Os Evangelhos (Mateus, Marcos e Lucas) só foram escritos pelo menos 10 anos depois de Tiago. E o Evangelho de João só foi escrito quase 45 anos depois de Tiago.

– "Bíblia" vem do grego "Biblion" (que significa "livro"). O plural de "Biblion" é "Bíblia" (que significa simplesmente "livros").

– Durante anos, os céticos declararam que Moisés não poderia ter escrito a primeira parte da Bíblia porque a escrita era desconhecida na época (1500 A.C). A atual ciência da arqueologia conseguiu provar que a escrita já era conhecida milhares de anos antes dos dias de Moisés. Os sumérios já escreviam cerca de 4000 A.C., e os egípcios e babilônios quase nessa mesma época.

– Judeu era o nome do povo que vivia numa tribo de Israel chamada Judá. Com o passar do tempo todos os israelitas passaram a ser chamados de "judeus", pois hoje a nação de Israel ocupa apenas a região que era ocupada pela tribo de Judá. Se alguém tem descendência judaica, então é um judeu, mesmo que venha a nascer em outro país – Rm. 1.16.

– Os Salmos 14 e 53 são um só. O Salmo 53 é apenas uma cópia do 14. A única diferença entre eles é que as palavras no Salmo 14 estão distribuídas em sete versículos, e no Salmo 53 estão distribuídas em seis versículos.

– A palavra ”Cristão” aparece apenas três vezes na Bíblia! (Atos 11:26, Atos 26:28 e Pedro 4:16)

– A estatura do gigante Golias vencido por Davi era de seis côvados e um palmo, o que equivale a quase três metros de altura – I Sm. 17:4.

– O primeiro aposentado que relata a Bíblia foi o Rei Joaquim – Jr. 52: 33 e 34.

– O primeiro milagre da multiplicação de pães foi realizado por Eliseu centenas de anos antes de Cristo – II Rs. 4:42 a 44.

– Pedro e João, uns dos apóstolos que mais faziam milagres, eram analfabetos e totalmente incultos – At. 4:13.

– O idioma que Jesus falava era o aramaico, que era a língua praticada na Judéia e na Galiléia dos tempos de Jesus. O Hebraico – idioma dos hebreus (judeus) – descaracterizou-se em anos anteriores aos tempos do Novo Testamento e desta descaracterização é que surgiu o aramaico, o idioma que Jesus e seus discípulos falavam.


– A palavra Igreja ocorre 109 vezes na Bíblia, mas não aparece nenhuma vez no Antigo Testamento. É a tradução da palavra grega "eklesia" e significa "chamados para fora". O conceito exato é que igreja é um povo que Jesus comprou com Seu sangue. A igreja não tem nome, nem endereço, nem cor, nem tribo, nem nação. Ela não é uma instituição com templos, organizações, etc. A igreja são as pessoas, o povo de Deus – Mt. 16.18.

Anúncios
Esse post foi publicado em Curiosidades. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Curiosidades Bíblicas – Parte 3

  1. Donáá Cami disse:

    Aki é um lugar perfeito…pq é mt criativo,e ainda:QM ACREDITA EM DEUS, TEM O MELHOR!por favor…visita o meu e comentaTchau

  2. Carina disse:

    Oi amados!! Graça e paz!Fiquei muito contente com o comentário de vocês. Fiquei ainda mais contente em conhecer o espaço de vocês, totalmente dedicado a Jesus.Toda honra e toda glória somente a Cristo.Conheçam também o site do grupo de jovens do qual participo: http://www.livreemcristo.com.brque Deus continue fazendo de vocês pessoas apaixonadas por Cristo!abraçosCarina =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s