…E QUANDO DEUS DIZ NÃO?

…E QUANDO DEUS DIZ NÃO?

Sejamos sinceros: quem não gostaria que Deus dissesse sim para todos os nossos pedidos? Se pudéssemos, obrigávamos o Senhor a realizar todos nossos caprichos. Contudo, bem sabemos que não é assim que as coisas funcionam (e graças a Deus por isso!).

Não gostamos de ouvir não de ninguém, inclusive de Deus. Mas a verdade é que nossa vontade não é perfeita, ao passo que a d’Ele é. Se for necessário ouvirmos sonoros “nãos” para que Sua infalível vontade se concretize em nós, Amém, que assim seja.

Falar isto é fácil, mas conformar-se com isso nem tanto. Alguns “nãos” são bem tranqüilos de serem aceitos, mas imaginem ouvir um não para um pedido de cura de uma doença que muito te incomoda, ou um não para uma legítima necessidade financeira, ou até um não para um pedido de livramento pra vida de seu filho? Depois desses “nãos”, Deus continuaria sendo bom?

Pra fazer você refletir sobre isto, traduzi um trecho do livro “God Came Near”, e compilei com um trecho de “Nas Garras da Graça”, ambos de autoria de Max Lucado. Leia e responda você mesmo à pergunta grifada do texto.

A sua resposta eu não sei, mas a minha eu te digo: Deus sempre será bom, não importa a circunstância que vivamos. Confie nesta minha resposta que não é só minha, mas também é a resposta da Bíblia a esta indagação, e que nos diz que a Graça de Cristo nos basta.

Ira & Tiago Campos

 


 

Fomos almoçar, num dia de domingo, na casa de uma família de missionários amigos nossos. Tínhamos terminado a refeição, e eu estava na cozinha enquanto minha esposa Denalyn e nossos amigos, Paul e Debbie, estavam conversando na sala. A filha deles, Beth Ann, de três anos de idade, estava brincando com Jenna, nossa filha de dois anos, no jardim da frente. De repente, Beth Ann veio correndo com um olhar de pânico no rosto e nos disse: Jenna caiu na piscina!

Paul foi o primeiro a chegar à piscina. Ele foi direto para a água. Denalyn foi a próxima a chegar. No momento em que cheguei, Paul levantou-a para fora da água para as mãos estendidas da mãe. Jenna estava, simultaneamente, sufocando-se, chorando e tossindo. Então ela vomitou bastante água. Segurei-a enquanto ela chorava; Denalyn começou também a chorar, e eu suava bicas.

Pelo resto do dia, quanto mais tempo ficava com Jenna, mais queria sua presença, assim como não conseguíamos agradecer suficientemente à Beth Ann (tanto que a levamos para tomar sorvete)… Por uma questão de minutos, talvez segundos, quase a perdemos.

Na manhã seguinte, em meu mo­mento de oração, esforcei-me de um modo especial para registrar minha gratidão em meu diário. Disse para Deus o quão maravilhoso fora Ele, salvando-a.

Porém, tão claro como se o próprio Deus estivesse falando, veio-me à mente a indagação: Ele teria sido menos maravilhoso se a tivesse deixado se afogar? Ele teria sido um Deus menos bondoso, se a tivesse chamado para o lar? Ele estaria recebendo meu louvor nesta manhã, se não a tivesse salvo?

Deus ainda é um Deus bom quando diz não?

Você pergunta por que Deus não remove da sua vida a tentação? Se Ele o fizer, você poderá apoiar-se na própria força, em vez de na sua graça. Um pouco de tropeço pode ser o que você precisa para conven­cer-se de que a graça de Deus é suficiente para o seu pecado.

Você indaga por que Deus não remove de sua vida os inimigos? Talvez por esperar que você ame como Ele ama. Qualquer um pode amar um amigo, mas poucos podem amar um inimigo. E daí se você não é nenhum herói? A graça de Deus é suficiente para a sua auto-imagem.

Você inquire por que Deus não modifica a sua personalidade? Você anda com algumas arestas? Diz coisas que mais tarde las­tima, ou faz coisas que mais tarde questiona? Por que Deus não o faz mais parecido com Ele mesmo? Ele faz. Só que ainda não terminou. Até lá, a graça divina é suficiente para superar-lhe as falhas.

Você pondera por que Deus não o cura? Ele tem curado você. Se você está em Cristo, você tem uma alma perfeita e um corpo perfeito. O plano dEle é dar-lhe a alma agora, e o corpo, quando você chegar ao lar. Ele pode escolher curar partes de seu corpo antes de você ir ao céu, mas se Ele não o fizer, você terá menos razão para agradecê-lo? Se Ele nunca lhe desse mais que a vida eterna, poderia você pedir mais que isso? Sua graça basta para a gratidão.

Questiona por que Deus não lhe dá uma habilidade? Se Deus ao menos tivesse feito de você um cantor, ou um corredor, ou um escri­tor, ou um missionário… Porém, em vez disso, você é desafinado, len­to de pés e de mente. Não desespere. A graça de Deus ainda é suficiente para completar aquilo que Ele começou. E até que Ele tenha termi­nado, deixe Paulo recordar-lhe que o poder está na mensagem, não no mensageiro. A graça de Deus é suficiente para falar de modo claro, mesmo quando você não o faz.

Embora não conheçamos tudo sobre espinhos, podemos estar cer­tos disto: Deus prefere que tenhamos uma coxeadura ocasional, que um perpétuo andar emproado. E se precisamos deste espinho, Ele nos ama o suficiente para não arrancá-lo fora.

Deus tem todo o direito de dizer não para nós. E nós temos todos os motivos para lhe dizer obrigado. O pára-quedas é forte, e a aterris­sagem será segura. Sua graça é suficiente.

Fonte: trechos dos livros God Came Near e Nas Garras da Graça, ambos de autoria de Max Lucado

Anúncios
Esse post foi publicado em Reflexões. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para …E QUANDO DEUS DIZ NÃO?

  1. GISELE disse:

    EU CORREREI PARA TI MEU SENHOR!MINH\’ALMA ANSEIA POR TI. SOU POBRE ,CEGO… NADA TENHO PARA TE OFERECER,QUERO AOS TEUS BRAÇOS ME ENTREGAR POIS SEI QUE TÚ ME ACEITAS COMO SOU…PRECISO DO TEU COLO PURIFICA-ME SENHOR!REINA SOBRE MIM !EU MA RENDO ÁTI…REINA SOBRE MIM SOU TUA NOIVA ESPERO E ANSEIO POR TI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s